quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Simples, porém inteligente (garrafas pet).


As garrafas PET estão presentes no nosso dia a dia e são responsáveis por grande volume nos lixões e aterros sanitários, bem como a contaminação do solo. Encaminhar estes resíduos para reciclagem é de extrema importância.

Apesar disso, infelizmente a reciclagem não consegue dar conta de todo o material produzido pelas indústrias. Por isso, os trabalhos artesanais também são ótimas alternativas para diminuir a quantidade de plástico descartada e dar vida nova aos materiais (FONTE). 

Bem, estava refletindo sobre o que fazer com uns garrafões de água que estavam aqui em casa. Não queria simplesmente jogá-los no lixo e não cabiam nas lixeiras de coletas seletiva. Daí eu pensei em duas soluções: uma lixeira e um suporte para carregar o lixo.

A ideia é bem simples, é só cortar o garrafão tirando a parte superior (que pode sempre ser utilizada como funil para diversas necessidades), criando uma lixeira. Agora é só colocar uma sacola oxibiodegradável e deixar o ambiente  mais limpo! O material desses garrafões normalmente é mais resistente devido ao peso que sustenta, e portanto, também irá aguentar peso do lixo, atendendo suficientemente o objetivo proposto para uma lixeira doméstica.

A segunda parte da garrafa (no formato de funil) poderia ser utilizada como um suporte para carregar o lixo na sacola plástica. Às vezes, quando você vai fechar a sacola, há pouco espaço para poder amarrar e muitas vezes fica até difícil de carregar, seja pelo peso ou pelo formato da sacola com o lixo. Uma solução seria utilizar a tampa da garrafa para este fim. Neste caso, deve-se cortar a parte externa o mais próximo possível da tampa e já está pronto! É só retirar a tampa e colocar a abertura da sacola pelo espaço da tampa deixando uma sobra na parte externa e depois fecha-se com a tampa normalmente. O gancho externo ajuda no manuseio da sacola de lixo. Claro que neste caso, a ideia vai literalmente para o lixo também, mas o suporte pode ser utilizado para quaisquer sacolas, como por exemplo, o saquinho de arroz/feijão depois de aberto para conservá-lo até seu consumo final, ou mesmo quando precisar carregar peso (mesmo que não seja lixo), pode-se utilizar em qualquer outra sacola. A ideia é reaproveitar!