domingo, 21 de outubro de 2012

A vez dos carros verdes

São Paulo tem o primeiro posto para carros elétricos. A novidade no Brasil traz boas expectativas para o desenvolvimento sustentável, para o mercado automobilístico e para os consumidores de forma geral que buscam formas mais econômicas e mais amigáveis do meio ambiente. Acontece que ainda é muito incipiente no Brasil, e outras questões surgem no sentido de buscar entender a real contribuição dessa novidade, pois na Europa, as emissões dos carros elétricos são iguais aos dos carros convencionais. No Brasil, tais cálculos ainda não foram feitos para concluir tal questão, o que nos gera ansiedade e curiosidade, na expectativa de que seja exatamente o que esperamos.

Por outro lado, já existem campanhas pela isenção de impostos por carros elétricos para que os consumidores tenham maior preferência por aqueles produtos que beneficiem o meio ambiente, assim como os produtores consigam se manter no mercado e repassem preços mais competitivos com os carros populares. Chegou a vez dos carros verdes e a vez do Brasil mostrar potencial em pesquisa e desenvolvimento que contribuem com o meio ambiente e com o bolso do consumidor. Falta-nos perder a fama de país atrasado e de fato contribuir com algo que faça diferença no mundo. O nosso grande problema está em sustentar um aumento de frota de veículos per capita, visto que os impostos e pedágios que pagamos não retornam como investimentos para a malha rodoviária no Brasil...